Como fazer a Transição para Estar Com o Seu Terapeuta On-line?

Ver um terapeuta implicava estar na mesma sala que ele, mas não mais. A teleconferência tornou possível consultar um profissional de saúde mental à distância.

Com os requisitos recentes para o distanciamento social, muitos terapeutas e clientes tiveram que interromper o seu trabalho ou tomar outras providências, incluindo reuniões por videoconferência.

Eu há muitos anos que presto os meus serviços de terapia online, mas para alguns profissionais e para algumas pessoas ainda surgem muitas questões relacionadas com o tema. Aqui estão algumas perguntas e problemas comuns que surgem quando se pensa em fazer a transição de terapia presencial para terapia on-line.

O meu terapeuta concordará com sessões on-line?

Alguns terapeutas (inclusive eu) estão entusiasmados com o uso da terapia on-line, outros nem sequer o usam, e um grande número de terapeutas o aborda com algumas reservas. Fiquei surpresa com a quantidade de terapeutas que agora estão a adotar esta metodologia com a pandemia do COVID-19 e o resultante do distanciamento social. A maioria dos terapeutas geralmente parece achar que é uma abordagem muito benéfica.

Mesmo entre os terapeutas que conheço que eram céticos em relação às sessões on-line no passado, a maioria se abriu para a ideia. Eles passaram a reconhecer como uma boa opção para evitar uma interrupção prematura do relacionamento terapêutico e para dar continuidade aos cuidados.

Será estranho?

Se geralmente se sente à vontade para comunicar por meio de uma tela (por exemplo, Skype, FaceTime), provavelmente ficará à vontade para mudar para a terapia on-line. Se não suporta essa forma de comunicação, provavelmente terá mais dificuldade com ela. Das dezenas de clientes que tratei por terapia on-line, a maioria parece achar a transição mais suave do que o esperado. A terapia tende a ser intensa e, com rapidez suficiente, é provável que esqueça o meio e se concentre no trabalho.

Dito isto, espere algumas diferenças com a terapia on-line. É diferente quando não está na mesma sala com alguém e a está a “experienciar” em duas dimensões espaciais, em vez de três. Também pode ser mais difícil entender a linguagem corporal através de um vídeo. E embora a maioria dos meus clientes parecesse estar confortável em fazer a troca, alguns não o acharam ou consideraram a transição bastante desafiadora. Surgem problemas técnicos ocasionais (como um atraso no áudio e no vídeo), mas geralmente podem ser tratados com um pouco de paciência e humor. Os ajustes vão sendo feitos e por isso torna-se relativamente simples e fácil a adaptação a esta forma de trabalhar e obter bons resultados com a terapia.

É eficaz?

Pesquisas sugerem que a terapia por videoconferência pode ser muito eficaz, o que também tem sido a minha experiência clínica. Depende de si e do seu terapeuta, é claro, mas, em geral, deve esperar que seja útil se estiver a sentir a terapia pessoalmente útil.

Algumas das experiências clínicas mais poderosas que testemunhei ocorreram através da terapia on-line. Na minha própria prática, eu já vi funcionar para pessoas que lidam com depressão, ansiedade, transtorno obsessivo-compulsivo, insónia, problemas de relacionamento, tristeza e trauma.

Como funciona?

Você e o seu terapeuta concordam com uma plataforma a ser usada (ou, em alguns casos, podem decidir renunciar ao vídeo e simplesmente falar por telefone). Alguns contam com o Skype, FaceTime ou whatsapp. Mas existem outras plataformas como o Zoom e o Microsoft teams entre outras. O serviço é seguro e de confiança.

Como me devo preparar para minhas sessões?

Alguns pontos importantes e refinados sobre a logística da terapia on-line são importantes, sobretudo se vai usar um canal de Videochamada:

1 – Faça um teste do software com antecedência para sua própria tranquilidade e para garantir que ele funcione e verifique se tem as informações de contato do seu terapeuta (por exemplo, nome de usuário do Skype).

2 – Encontre um local em casa em que tenha o máximo de privacidade possível. Isso pode ser um desafio se as crianças estiverem também em casa ou se outros membros da família estiverem sempre em casa (ou trabalharem em casa). Mas pode facilmente definir com eles que você fica durante 50minutos no escritório, na sala ou no quarto sem ser interrompido.

3 – Nesse sentido, recomendo fones de ouvido para privacidade e também melhor qualidade de som. Dessa forma, a voz do seu terapeuta não será realimentada no microfone e nos alto-falantes.
Certifique-se de que está sentado em algum lugar que seja confortável durante toda a sua sessão.

4 – Coloque a sua tela numa superfície estável, pois movimentos excessivos podem criar uma sensação de enjoo para o seu terapeuta.
Um ponto importante: tente colocar a parte superior da cabeça perto da parte superior da tela do vídeo, e não na metade inferior da tela. Dessa forma, quando o seu terapeuta estiver a olhar para o seu rosto, estará a olhar mais ou menos para a câmera (supondo que esteja na parte superior do computador), para que pareça estar a olhar para si.

5 – Certifique-se de fechar o e-mail e desativar as notificações que podem ser uma distração e diluir a experiência para si. Vai querer ter toda a atenção focada na sua sessão.
Feche também os programas que podem diminuir a capacidade de processamento do seu computador e interferir na qualidade do vídeo.

6 – Também deverá estabelecer acordos de pagamento com seu terapeuta, se geralmente paga pessoalmente. Alguns terapeutas manterão uma o método de transferência bancária, outros pedirão que envie um pagamento por MBway.

Existem outras vantagens da terapia on-line?

Sim. Com esta forma de trabalho é possível ter mais tempo disponível para ambas as partes, pois não há a necessidade de gasto de tempo em deslocações. Assim, a grande maioria dos profissionais consegue dar respostas com tempos mais curtos de espera entre sessões, bem como realiza-las em horário mais alargado o que pode incluir sessões nocturnas que incluem fins-de-semana e feriados.

É importante esclarecer todas as suas questões com o terapeuta antes de iniciar as sessões.

Retirado e adaptado de How to Transition to Sering Your Therapist Online: Continue the work of therapy even from a distance

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close