A Depressão no Masculino – ‘Elas expressam, falam. Eles reprimem, calam’

Uma das primeiras questões que levanto é: Porque raramente associamos depressão aos homens? Porque é que quando pensamos em “depressão” a primeira imagem que nos vem à cabeça é uma imagem de mulher?

Tal fato deve-se muito provavelmente ao estigma da sociedade atual que aponta seriamente para a relação linear entre depressão e mulher. Porém, aquilo que sabemos é que a depressão é uma das maiores causas de sofrimento do século XXI.

Como é possível observar, a depressão no feminino é muito mais abordada e explorada do que a depressão no masculino. Isso deve-se à ideia enraizada que os homens são fortes (mais do que as mulheres), são também resistentes para abordar o que os afeta com outras pessoas e existe sobretudo, uma tendência para tentar encobrir/mascarar a depressão. Culturalmente, a imagem do homem remete-nos para uma força física, uma imagem de “inquebrável”.

Sim, a depressão também afeta os homens ainda que esta se possa manifestar de outra forma. Sim também é verdade, os homens queixam-se menos que as mulheres, porém também se escondem mais facilmente atrás de certos comportamentos, alguns de risco com uma tendência mais agressiva, como a falta de tolerância, o uso de humor negro e atitudes intimistas.

Pode-se dizer “que elas expressam, falam. Eles reprimem, calam.” A intensidade do sofrimento não é diferente, contudo o que muda é o modo como cada um tenta superar essa dor. É raro os homens procurarem ajuda, ainda que haja um pequeno grupo que o faça. Ter a capacidade para admitir o quanto se “é fraco”, é ainda mais doloroso. É por esta razão que muitos homens se mantêm em silêncio, numa espécie de apatia em luto próprio.

Pensasse dos escassos estudos feitos até hoje que a sintomatologia depressiva é idêntica entre mulheres e homens, colocando-se no entanto a hipótese de existirem pequenas diferenças. Por exemplo, a tendência para um humor irritável ou uma explosão impulsiva é muito mais presente no homem. Aqui também se evidência a perca de controlo ou o abuso de substância psicoativas.

Os homens dificilmente colocam a hipótese de estarem a passar por uma depressão ou conseguem identificar num amigo ou num familiar próximo esses sintomas. Sofrem a maioria das vezes, em silêncio e procuram o isolamento.

Tal como acontece noutras situações, os homens também devem procurar ajuda especializada para superar a depressão. O isolamento, o afastamento das pessoas mais próximas, a constante ira e raiva, a perca de controlo, por exemplo podem levar a uma espiral difícil de lidar que vai afetando o contexto familiar, social e profissional.

Tudo o que precisa saber sobre a marcação de uma primeira consulta.

Retirado e adaptado de PICKLER, C. (2019). Depressão no género masculino. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 04, Ed. 08, Vol. 04, pp. 86-97.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close