É a Última Bolacha do Pacote? O Medo de Ficar Solteiro no séc. XXI

Em dezembro de 2017 pela Revista da Sociedade Brasileira de Psicologia foi publicado um artigo que descrevia dois estudos, com o objetivo principal, validar uma escala para medir o medo de se ficar solteiro. Participaram ao todo 392 pessoas (homens e mulheres).

Segundo a citação do artigo “O medo de ficar solteiro pode ser caracterizado como uma preocupação, angústia ou ansiedade em relação a uma experiência atual ou potencial de ficar sem um parceiro romântico (Spielmann et al., 2013)”. Observando-se ainda sentimentos de insegurança e pressão familiar.

No entanto, é interessante pensar que existem pessoas que por sua opção própria, sentem-se melhor sem qualquer parceiro romântico, preferindo preservar a sua independência e autonomia. Estas pessoas definem-se como sendo livres emocionalmente, definindo um estilo de vida sem rotinas presas a parceiros ou a quaisquer outras obrigatoriedades que uma relação amorosa entre duas pessoas exige.

tny-9.jpg

As pessoas que não têm medo de ficar sozinhas são, de acordo com DePaulo (2014): seguras, têm padrões elevados e são desejáveis por outras pessoas. Isto porque ao nível da sua personalidade, são pessoas extrovertidas, seletivas nos seus relacionamentos e confiantes. O mesmo autor chama a atenção para o fato da perceção que se tem das pessoas solteiras no entanto, é que elas são infelizes, tristes e que a sua vida é muito “sem sal”. Neste sentido as opiniões dividem-se.

IMG-4163

A pressão social é grande, existe uma cultura bem vincada sobre a necessidade de casar ou ter um relacionamento amoro, constituir família e ter filhos, o estigma que a felicidade só é possível alcançar se se fizer cumprir esta checklist é de fato expressiva.

O que é ser-se a última bolacha do pacote?

Por curiosidade, fiz uma breve pesquisa sobre esta expressão e várias foram as ideias projetadas gerando interpretações diferentes:

Opção A – A última bolacha do pacote é aquela que ninguém quer, que já caiu ao chão, que está partida, que ficou mole entretanto pelo tempo que passou. Só será escolhida em último caso e em sinal de “desespero”.

Opção B – A última bolacha do pacote é a mais apetecível é aquela que nos trás maior satisfação; carateriza uma pessoa que se “acha o máximo”.

Estas duas opções são totalmente discordantes, no entanto ambas fazem sentido. Vejamos. Ser a última bolacha do pacote pode ser de fato interpretada como aquela bolacha que ninguém quer porque não está boa, porque tem algum defeito. Por outro lado, pode ser a bolacha que nos trás uma memória mais recente de satisfação e prazer. Se juntarmos esta ideia ambivalente ao medo em ficar sozinho, como se sentem verdadeiramente as pessoas que se mantém solteiras em idade adulta?

O estudo da Revista da Sociedade Brasileira de Psicologia revelou, que os homens e as mulheres com resultados maiores em solidão emocional são também os mais propícios a terem medo sobre a obtenção de sucesso em relacionamentos amorosos futuros. Eles temem que os relacionamentos que possam vir a ter, não sejam casos de sucesso e o seu receio aumenta quanto mais for o seu estado emocional de solidão. As mulheres porém vivem mais intensamente a solidão emocional, manifestando um medo superior em ficar solteiras comparativamente aos homens.

Como se carateriza a solidão emocional?

A solidão emocional é caracterizada por sentimentos de tristeza e vazio. O conceito solidão por si só, não apresenta uma definição comum entre as diversas teorias, contudo existe uma concordância em aceitar que a solidão é bifatorial entendendo-a nas suas duas vertentes, a cognitiva e a emocional. Para Barroso, S., Andrade, V., Midgett, A. & Carvalho, R. (2016), a solidão é vista como “uma perceção cognitiva de que os relacionamentos sociais existentes na vida são insuficientes ou inadequados”.

Em pleno século XXI, apesar de existirem estudos controversos que definem a tese de que são as mulheres que melhor lidam com a questão, são também elas por outro lado, a viverem mais intensamente o medo. Porém, apesar do medo, são as mulheres que aceitam melhor a condição “solteira”.

Serão estas mulheres as últimas bolachas do pacote do século XXI, capazes de lidar com o estigma social, que irão revolucionar o futuro?

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close